Como comprar no AliExpress com segurança e evitar a alfândega!

como comprar no AliExpress
Photo by Christian Erfurt on Unsplash

Queres evitar as taxas alfandegárias, as despesas dos processadores de pagamento e saber como comprar no AliExpress com o máximo de segurança possível?

Estás a pensar em começar a construir um negócio de importação?

Então, estás no sítio certo!

Depois de leres este artigo vais lidar com o gigante de e-commerce Chinês como um verdadeiro Samurai das compras online 🙂

Tempo médio de leitura: 15 minutos
Atualizado pela última vez em: 23 de Maio de 2019

Neste artigo vais aprender:

  1. Como evitar as taxas alfandegárias e o IVA
  2. Qual é o melhor método de pagamento
  3. Como identificar produtos de qualidade
  4. Como identificar vendedores de confiança
Queres construir um negócio de importação?

O AliExpress talvez não seja o melhor site para começar…

Clica aqui para ler “Os 15 melhores sites para importar que provavelmente não conhece

Como comprar no AliExpress e evitar a alfândega

como comprar no aliexpress
Photo by Ronan Furuta on Unsplash

Infelizmente, com taxas alfandegárias, impostos e outras despesas, se não souberes como como comprar no AliExpress e evitar a alfândega, uma pechincha pode-se transformar numa dor de cabeça daquelas.

Apesar de nem sempre ser possível, o ideal é conseguir antecipar este tipo de despesas ou, melhor ainda, saber como evitá-las!

E para isso, é preciso saber como funciona o processo de inspeção.

O que acontece quando uma encomenda extracomunitária chega a Portugal?

Basicamente, o processo de inspeção na alfândega é mais ou menos aleatório.

Todas as encomendas que entram e saem de Portugal podem ser alvo de controlo.

No entanto, só as que atravessam a fronteira da União Europeia é que estão sujeitas ao pagamento de taxas alfandegárias e impostos.

A fiscalização é uma responsabilidade partilhada entre a Autoridade Tributária e Aduaneira e os CTT, ou uma transportadora privada.

Quando é que uma encomenda está insenta de taxas alfandegárias e IVA?

Quando o valor declarado na fronteira é inferior a €22.

Aqui, inclui-se a mercadoria, os custos de envio, seguros, etc.

Ou seja, saber como comprar no AliExpress sem que a encomenda seja parada alfândega implica ter muita atenção ao preço final.

Mas mesmo quando o valor declarado é inferior a €22, a tua encomenda pode estar sujeita a ser inspecionada se a Autoridade Tributária e Aduaneira desconfiar que contém:

  • Artigos em violação de propriedade intelectual e industrial
  • Medicamentos
  • Tabaco e bebidas alcoólicas
  • Armas
  • Estupefacientes e substâncias psicotrópicas
  • Material explosivo, inflamável, radioativo, etc.

Existe algum truque para evitar a inspeção se o valor declarado for superior a €22?

Apesar de ser um tema muito discutido, os truques para evitar o controlo na alfândega são basicamente um mito urbano.

Naturalmente, nem todas as encomendas com valor declarado superior a €22 são inspecionadas…

Mas isso é porque a inspeção na alfândega é aleatória.

Não tem nada a ver com o método de envio, ser um presente, amostra, etc.

Quanto muito, podemos dizer que, à partida, usar uma transportadora privada aumenta a probabilidade de a encomenda ser inspecionada.

Não só porque é uma opção mais cara, mas também devido a questões logísticas a que as transportadoras privadas estão sujeitas.

Em teoria, a única forma mais ou menos garantida de evitar a alfândega seria pedir ao comerciante para mentir e declarar um valor totalmente difente.

Que despesas estou sujeito a pagar se a encomenda for inspecionada?

Infelizmente, as várias entidades envolvidas disponibilizam muito pouca informação que, na maior parte dos casos, não é muito clara.

Mas, de uma forma geral, estás sujeito a pagar:

  • IVA
  • Direitos aduaneiros
  • Taxas de apresentação à alfândega
  • Taxas de armazenagem
  • Impressos
  • Imposto de selo

IVA

Este toda a gente já conhece.

O IVA é de 23% e é calculado sobre o valor da encomenda, direitos aduaneiros e restantes despesas, caso se apliquem.

Direitos aduaneiros

Estas taxas têm como objetivo defender a produção e a economia europeia.

Depende do tipo de mercadoria que estás a importar, do país de origem e do valor da encomenda.

Para fazer o cálculo, a Autoridade Tributária e Aduaneira classifica o conteúdo das encomendas com base num documento, ao qual chama pauta aduaneira.

Estas pautas são publicadas anualmente por legislação comunitária.

Infelizmente, a consulta deste documento no Portal das Finanças é extremamente difícil e confusa e, por esse motivo, é quase impossível conseguir calcular o valor exato.

Mas, de uma forma geral, é uma percentagem do valor da encomenda que pode ir até aos 17%.

As percentagens são mais maiores quando existe muita produção interna na União Europeia.

Por exemplo, o têxtil tem taxas bastante altas.

Se o remetente for uma empresa, as encomendas estão isentas de direitos aduaneiros se o valor não exceder os €150.

Se o remetente for um particular, as encomendas estão isentas de direitos aduaneiros se o valor não exceder os €45.

Em ambos os casos, continua-se a pagar IVA.

Taxas de apresentação à alfândega

Aqui, pagas ao operador que faz o despacho da encomenda em teu nome.

Na maior parte dos casos são os CTT mas pode ser uma transportadora privada como a DHL, a FedEx, a UPS, etc.

Os CTT cobram €12.

As transportadoras privadas cobram cerca de €30.

Estes valores estão isentos da cobrança de IVA.

Taxas de armazenagem

De acordo com o site dos CTT, a taxa de armazenagem diária tem o valor de €0,40, cobrada a partir do 31º dia após recepção do aviso de desalfandegamento.

Em cima deste valor é cobrado IVA.

O valor cobrado pelas transportadoras privadas será, provavelmente, ligeiramente mais elevado.

Impressos

Normalmente, o valor do impresso é de €1,80.

Resumo:

As encomendas estão isentas de taxas alfandegárias quando o valor declarado na fronteira é inferior a €22.

O valor declarado inclui custos de envio, seguros, etc.

Ou seja, saber como comprar no AliExpress e evitar a alfândega implica ter muita atenção ao preço final.

Os truques para evitar a inspeção na alfândega são basicamente um mito e, tendencialmente, usar uma transportadora privada aumenta a probabilidade de a encomenda ser alvo de controlo.

Se a encomenda for inspecionada, as despesas a que estamos sujeitos são: IVA, direitos aduaneiros, taxas de apresentação à alfândega, taxas de armazenagem e imposto de selo.

Quando o rementente é uma empresa, se o valor declarado for inferior a €150 a encomenda não paga direitos aduaneiros.

Quando o remetente é um particular, se o valor declarado for inferior a €45 a encomenda não paga direitos aduaneiros.

Qual é o melhor método de pagamento para usar no AliExpress?

como comprar no aliexpress
Photo by Oliur on Unsplash

Às vezes, para fazer compras online é preciso ter precauções redobradas.

Se não usarmos o método de pagamento certo, sem saber, podemos estar a pagar taxas sem necessidade.

Além disso, apesar de o AliExpress ser uma empresa totalmente estabelecida no mundo do e-commerce, está longe de ser 100% seguro.

Principalmente porque no AliExpress estamos a comprar a vendedores independentes, como acontece no eBay ou no OLX, por exemplo.

Por isso, é muito importante:

  • Saber como proteger os seus dados bancários
  • Saber como evitar pagar taxas desnecessariamente
  • Ter proteção contra artigos danificados ou não recebidos

Que método de pagamento que devo usar?

Na minha opinião, a melhor fórmula para pagar no AliExpress é: Revolut + PayPal

Esta combinação garante o preço mais baixo e a melhor proteção contra vendedores desonestos.

Infelizmente, como vamos ver mais à frente, nem sempre é possível usá-la.

Qual é vantagem de usar o Revolut?

Sempre que fazemos compras numa loja que está fora do Espaço Económico Europeu, estamos sujeitos a pagar:

  • Taxas de conversão de moeda
  • Comissão de serviço internacional

Estas taxas são muito elevadas?

Vamos simular um pagamento e comparar o Revolut com o Activo Bank, por exemplo.

Imagina que fazes uma compra de 100 dólares numa loja online dos Estados Unidos.

Com o Revolut:

Os 100 dólares são convertidos em euros à taxa FOREX, ou seja, a mesma taxa de conversão que os bancos usam para negociar uns com os outros.

No momento em que escrevo esta linha, a conversão dá €89,57.

Com o cartão de débito do ActivoBank:

Os 100 dólares são convertidos em euros à taxa de conversão da rede Visa.

No momento em que escrevo esta linha, a conversão dá €89,76.

Depois, o ActivoBank acrescenta um SPREAD de 1,25%, ou seja, €1,12.

A esta despesa, junta-se a comissão de serviço internacional de 3%, ou seja, €2,70.

Por terminar, sobre esta última comissão, o governo Português cobra imposto de selo de 4%, ou seja, €0,11.

Resultado final:

Revolut: €89,57

ActivoBank: €93,69

Com o Revolut poupam-se €4,12!

Para que conste, sou cliente do ActivoBank e estou perfeitamente satisfeito com os serviços que contratei.

Não tenho qualquer dúvida de que a pancada seria maior se usasse um cartão de outro banco neste exemplo.

Por outro lado, e porque a taxa FOREX vai flutuando em tempo real, o preço da nossa compra com o Revolut ainda podia ficar mais barata.

O Revolut tem mais alguma vantagem?

Sim.

A aplicação para telemóvel permite criar um cartão virtual que podemos bloquear logo que a compra esteja feita.

Assim, não estamos a fornecer os nossos dados bancários ao vendedor e estamos 100% protegidos contra despesas não autorizadas.

Queres conhecer outras alternativas ao PayPal?

Clica aqui para ler “Alternativas ao PayPal para esticar o seu dinheiro na Internet!

E qual é a vantagem de usar o PayPal?

Basicamente, é a melhor forma de te protegeres contra encomendas não recebidas e vendedores desonestos.

Porquê?

Por causa da “Proteção ao comprador”.

Quando usas o PayPal para fazer uma compra e recebes um artigo danificado, ou a encomenda nunca chega a tua casa, tens até 180 dias para abrir uma disputa e tentar obter um reembolso.

Se o vendedor não chegar a acordo contigo, tens outros 20 dias para escalar uma reclamação diretamente para o PayPal.

Infelizmente, apesar de tecnicamente o AliExpress aceitar PayPal, cada vendedor é livre para decidir se aceita este método de pagamento.

E a maior parte não aceita.

Resumo:

A fórmula mágica para fazer pagamentos mais baratos e mais seguros no AliExpress é: Revolut + PayPal

Com o Revolut, além de teres acesso à melhor taxa de conversão do mercado, não pagas comissão de processamento internacional, consegues usar um cartão virtual e podes bloquear o cartão sempre que quiseres.

Se usares o PayPal tens acesso à “Proteção ao comprador” e, se a encomenda não chegar a tua casa ou se receberes um artigo danificado ou com defeito, esta é a melhor forma de garantir que recebes a devolução do pagamento.

Como identificar produtos de qualidade e vendedores de confiança

como comprar no aliexpress
Photo by Andrew Neel on Unsplash

Estás a comprar para consumo próprio?

Saber como comprar no AliExpress é saber olhar para o feedback das outras pessoas que compraram o mesmo produto.

Infelizmente, nem sempre há reviews para consultar. Nesses casos, secalhar não vale a pena arriscar.

Quando estiveres a fazer compras no AliExpress, procura a seguinte informação:

Como podes ver na imagem em cima, o AliExpress diz-te quantas unidades o comerciante já vendeu e qual é a média das avaliações de quem já comprou o produto.

Depois, se carregares no valor médio vais conseguir ver as avaliações uma a uma.

Além de haver reviews, mais ou menos detalhadas, muitos utilizadores partilham fotos quando recebem os produtos e às vezes vídeos.

Estás a comprar para tentar vender?

Então, procura produtos que cumpram estes requisitos:

  • Pequeno
  • Leve
  • Fáceis de produzir
  • Elevado valor percebido
  • Seguros para a saúde do consumidor
  • Não infringem propriedade intelectual e industrial

Pequeno

Produtos muito grandes são um problema logístico que mais vale evitar.

Por um lado, os custos de envio são demasiado elevados e vais ter que passar essa despesa para o cliente final e/ou reduzir na tua margem de lucro.

Por outro, levantar uma encomenda gigante implica algum esforço, que provavelmente vai fazer com que muitos dos teus clientes acabem por desistir.

Leve

Produtos demasiado pesados também convém evitar.

Mais uma vez, vais gastar demasiado dinheiro em transporte, com consequências para o cliente final e para a tua margem de lucro.

Fáceis de produzir

Evita produtos eletrónicos, com muitas peças móveis e produtos cuja tecnologia de fabrico seja demasiado complexa.

Produtos de produção muito complexa e de boa qualidade são muito difíceis de encontrar.

Não adianta vender 10 unidades, se 8 delas derem origem a queixas e pedidos de devolução.

Se queres saber como comprar no AliExpress para revender, pensa a longo prazo e procura coisas feitas de plástico, tecido, madeira, etc.

Elevado valor percebido

É importante que os produtos tenham valor aos olhos do cliente.

Por um lado, se venderes um produto a $1 é muito pouco provável que o teu cliente aceite pagar o dobro, ou mais, em portes de envio.

Tu pagavas $3 de portes de envio para comprar uma coisa que custa $1?

Provavelmente não…

Por outro lado, deves procurar produtos nos quais possas fazer uma boa margem de lucro.

Idealmente, procura produtos que possas vender por $25 e tenta obter o melhor preço possível do teu fornecedor.

Seguros para a saúde do consumidor

Esquece os suplementos, comida, e basicamente todo o tipo de coisas que os teus clientes vão pôr na boca ou no corpo.

Se quiseres arriscar a tua saúde e usar esses produtos, é uma coisa.

E, caso ainda não estejas convencido, ficas a saber que podes ter consequências legais.

Muitos desses artigos vão ser parados na alfândega e podes ter o Infarmed e a Autoridade Tributária e Aduaneira a bater-te à porta.

Não infringem propriedade intelectual

Esquece vender produtos falsificados e imitações baratas de marcas registadas.

Vais ter problemas legais e vais pôr o teu negócio em risco.

Pensa a longo prazo…

Nem sempre é fácil garantir a legalidade de todos os produtos.

Mas se fizeres um esforço, provavelmente vai correr tudo bem.

Resumo:

Para saber como comprar no AliExpress e identificar produtos de qualidade e vendedores de confiança é preciso olhar para o número de unidades vendidas e para a média de avaliações.

Também convém olhar para as avaliações e consultar os comentários, fotos e vídeos.

Se quiseres construir um negócio de importação tens que pensar a longo prazo.

Procura produtos que sejam pequenos, leves, fáceis de produzir, que possas vender por €25 mais ou menos, seguros para a saúde dos clientes e legais em termos de propriedade intelectual e industrial.

Tens mais alguma dúvida sobre como comprar no AliExpress?

Por favor, partilha nos comentários!

Se eu puder ajudar, responderei logo que possa.

Além disso, estás a ajudar-me a perceber que informação devo acrescentar a este artigo.

Obrigado por visitar
O Blog do Empreendedor!

Se tiveres alguma dúvida, sugestão, correção a fazer, ou caso queiras entrar em contacto, seja por que motivo for, envia-me uma mensagem.

4 comentários em “Como comprar no AliExpress com segurança e evitar a alfândega!”

  1. Quero encomendar um porta chaves do aliexeprese do filme Alita Battle Angel o porta chaves chegaria ate mim???!!!! 🤔🤔🤔🤔🤔🤔🤔🤔🤔🤔🤔🤔🤔🤔🤔🤔🤔

    • Olá, Alita

      Tecnicamente, o produto é contrafeito e pode ser apreendido pela alfândega.
      Mas duvido muito que eles se chateiem com um porta-chaves…
      E, normalmente, a fiscalização de produtos contrafeitos é mais para marcas grandes (Nike, Sony, Apple, etc.)

      Espero que corra tudo bem 🙂

  2. Não explicou nada, para se evitar pagar alfandega de, por ex. um produto que comprei por 16.40 € e que ficou retido na alfandega.
    Pergunta-se: no ato da compra o que teremos que acionar, por ex. priorit direct mail, ou EU. direct mail, nem que seja pagar alguma taxa adicional, para que o produto não fique na alfandega e tenhas de pagar mais 9 € de taxa de armazém, e mais 23% sobre o valor da compra.

    • Obrigado pelo teu comentário, Rodrigo!

      Quando o valor declarado de uma encomenda é inferior a €22 (mercadoria + despesas de envio + seguros, etc.), à partida, ela não passa pelo processo de inspeção e está isenta de taxas alfandegárias e impostos.

      O método de envio é irrelevante. O que está em causa é o valor declarado pelo remetente.

      O processo de inspeção na alfândega é aleatório e nem todas as encomendas com valor declarado superior a €22 são alvo de controlo.

      À partida, é menos provável a encomenda ser inspecionada se for transportada pelos correios nacionais.

      As transportadoras, além de aumentarem o valor declarado da encomenda, são alvo de mais fiscalização por questões logísticas.

      Atenção que, mesmo com valor declarado inferior a €22, a sua encomenda pode ser alvo de inspeção por outros motivos…

      Nomeadamente, suspeita de que a mercadoria viola direitos de propriedade intelectual e industrial, suspeita de que a mercadoria é um perigo para a saúde pública (acontece às vezes com suplementos desportivos infelizmente, etc.)

      Boas compras!

Deixe um comentário